Que legado deixaremos para a sociedade?
  • ARTIGOS

Que legado deixaremos para a sociedade?

A solução para a crise mundial é desenvolver um grande número de jovens comprometidos com o desenvolvimento de pessoas valorosas

Texto extraído e adaptado do discurso do presidente Ikeda proferido na Convenção para a Paz dos Jovens da SGI publicado no Brasil Seikyo ed. 1.486, 28 nov. 1998, p. 4 .

A Soka Gakkai foi fundada em novembro de 1930, numa época em que o mundo foi lançado no tumulto da Grande Depressão. A vida era árdua, havíamos perdido nosso suporte espiritual e a situação mundial piorava a cada dia — uma época não muito diferente da que vivemos hoje.

A maioria dos líderes políticos, religiosos e intelectuais do Japão daquele tempo foi pega pelo remoinho do caos e parecia confusa e sem forças para efetuar qualquer mudança. Eles perderam a compostura e a autoconfiança e, quando reagiam, era somente para fazer muito barulho. Em sua obra Soka Kyoikugaku Taikei (Pedagogia da Criação de Valores), o presidente fundador da Soka Gakkai, Tsunesaburo Makiguchi, proferiu uma perspicaz advertência. Nunca, dizia ele, os líderes da sociedade haviam perdido tão completamente a habilidade de guiar. E o pior: a educação, que deveria fornecer uma base filosófica saudável, estava paralisada e sem vida. Não tinha forças para auxiliar as pessoas a superarem a crise. Essa, declarou o Sr. Makiguchi, era a causa fundamental para o mal da sociedade. Em outras palavras, não era o governo ou a economia que estavam num beco sem saída mas a própria humanidade. A análise do Sr. Makiguchi foi realmente brilhante.

Antes de tudo, insistia ele, devemos retornar ao mais fundamental dos pontos primordiais. Ou seja, redirecionar nosso olhar para a própria vida. E devemos começar instituindo uma educação humanística que manifeste e desenvolva a infinita força vital e o potencial dos seres humanos. A única solução para a crise mundial, concluiu ele, era desenvolver um grande número de jovens comprometidos com a criação de valor que trabalhariam pelo bem-estar das pessoas e triunfariam sobre a época volátil em que viviam. Essa era a visão presciente do presidente Makiguchi.

Atualmente, muitos líderes da sociedade pensam apenas em si e não fazem esforços para nutrir e educar os jovens. (...)

[O escritor] Abdumomunov escreveu: “Que legado vocês deixarão quando morrerem? Naturalmente, poderão deixar coisas como florestas, casas e estradas — todas elas excelentes legados. Mas o melhor legado é deixar excelentes sucessores”. Eu sou, de fato, muito afortunado por ter sucessores tão maravilhosos como vocês de todas as partes do mundo e gostaria de apresentá-los aos líderes de todo o globo!

 

TAGS:ARTIGOS

• comentários •

;